Ruído de ar condicionado

Hoje todos vivemos rodeados de máquinas de todo o tipo, muitas das quais são geradoras de ruído nomeadamente o ruído de ar condicionado.

Nos edifícios, os equipamentos de ar condicionado, com os seus compressores, bombas de calor e ventiladores são cada vez mais comuns e crescem o número de queixas de incomodidade associadas ao ruído por eles gerado.

Um estudo efectuado na Suécia, que procedeu à análise de 1578 queixas de incomodidade devido ao ruído ocorridas durante catorze anos, concluiu que 44% das mesmas resultam da emissão/recepção de ruído de baixa frequência.

(Fonte: Assessments of low frequency noise complaints among the local Environmental Health Authorities and a follow-up study 14 years later. Johanna Bengtsson; Kerstin Persson Waye; Department of Environmental Medicine, Göteborg University, Sweden, 2003)

O mesmo estudo mostrou que as fontes geradoras de ruído de baixa frequência, que originaram as referidas queixas de incomodidade, se distribuíam conforme indicado no vídeo a seguir apresentado, onde se pode ver que o ruído associado ao funcionamento de compressores , ventiladores e bombas de calor representa uma parte significativa do total das queixas.

Legalmente, a questão da incomodidade gerada pelo ruído está longe de se esgotar no Regulamento Geral sobre o Ruído e outra regulamentação similar associada. Caso um queixoso alegue que, em virtude do incómodo gerado pelo ruído, a sua saúde está em risco, prevalece outro tipo de princípios, nomeadamente a Constituição da República Portuguesa.

Portanto, quando se trata de Ruído de Baixa Frequência, em primeiro lugar o que se tem de fazer é provar que este existe objetivamente de acordo com um critério objetivo como seja o da norma alemã DIN 45680:2013 – Medição e avaliação de emissões de ruído de baixa frequência.

Existindo incomodidade, podem ter lugar os efeitos indiretos sobre a saúde. Quando estes ocorrem os efeitos das pessoas estão protegidos pela Constituição da República.

Se pretender a nossa ajuda podemos prestar o serviço de avaliação da incomodidade gerada pelo ruído de baixa frequência, gerado por equipamentos de ar condicionado, de acordo com os requisitos de normas internacionais.

 

A Ruido de Baixa Frequência Engenharia pode colaborar em:

1. Através de ensaios acústicos, identificar a existência de ruído de baixa frequência de acordo com a metodologia da norma Alemã DIN 45680:2013 – Medição e avaliação de imissões de ruído de baixa frequência;

2. Identificar as fontes de ruído de ruído de baixa frequência;

3. Definir as ações necessárias para eliminar o ruído de baixa frequência;

4. Seguir a implementação dessas medidas.

Caso pretenda alguma informação adicional, por favor contacte-nos.

Contacte-nos